Cinema

Inception (ou “a origem”, blergh) sem spoilers
É como coçar o próprio rosto. Algo tão trivial que você faz sem perceber. E Nolan fez um filme cheio daquilo de sempre sem te chamar atenção para isso. Está tudo lá: a gangue especialista; o golpe quase impossível; o novato que serve para tudo nos seja explicado; os imprevistos; os segredos que quase põe tudo a perder; o egoísmo em detrimento da fidelidade; os parceiros que não perdem a chance de aporrinhar um ao outro; a história de amor mal resolvida; a busca ao mentor por ajuda; o ladrão com sentimentos nobres; as pausas explicativas; E eu poderia continuar a lista indefinidamente, quase.

sobral