Sex Criminals

Psiu! Ei, você!

Olhe, eu não li Sex Criminals #3 ainda, mas as edições #1 e #2 me convenceram de que você também deve lê-las.

Fazendo muito mal a saúde de minha rabugice, esse história de um casal cujos orgasmos fazem o tempo parar é tão fofa e cativante que você os perdoa por se aproveitarem de sua peculiaridade para roubar bancos.

A edição #2 toca (hum…) na masturbação masculina de um jeito sincero e leve, enquanto a #1 fala da feminina com tanta sensibilidade que você se sente até constrangido por tanta gente se constranger com o assunto, principalmente as próprias mulheres. A ironia da Apple censurar a primeira edição por causa de um quadro de um pênis meio murcho me constrangeu mais ainda.

Com uma arte leve, meiga e cores vivas e brilhantes (e excelentes capas), o arremate ao bom texto cai certinho no lugar.

Aproveite a gratuidade da primeira edição e dê uma chance. Você pode comprá-la na iBooks Store, mas não faça isso. A Apple censurou a série no ComiXology do iOS, então, só de birra, compre direto da editora em arquivos sem DRM e se desligue do mundo por uns minutos.

*[DRM]: Digital rights management

Robson Sobral